Elenco dei libri tradotti in altre lingue

Vai alla pagina con l'elenco degli e-book di Guido Pagliarino

Vai alla pagina LIBRI CARTACEI di Guido Pagliarino editi dopo l'anno 2001

Guido Pagliarino, Criação e evolução, ensaio Um confronto entre evolucionismo teísta, darwinismo casualista e criacionismo

(Seção de inéditos, Menção Especial do Júri no "Prémio Nacional de Artes Literárias 2010"   -   Publicado, concedido diploma "finalista" no "Concurso Mario Pannunzio 2011"   -  Publicado, premiado com medalha e diploma para o "Premio Marchesato di Ceva 2014" )

 

traduzido do Italiano para o Português por Maria Verônica dos Santos - Babelcube.Inc edition, 2016, © Guido Pagliarino     Veja também o livro original em italiano          Ler uma breve introdução do autor            Ver o índice de capítulos

 ISBN e-book 9781507135938

 

 

 

 

 








 

 

 

 

 














































Bibliotecas web Português e  internacionais  -Librerie web portoghesi e internazionali:

AMAZON Kindle Brazil - mobi

Casa del Libro - epub

Livraria Cultura - epu

AMAZON Kindle.com - mobi

APPLE   iTunes

 BARNES & NOBLE (nook - epub)

BOL.com - epub

Librerie web in lingua italiana che trattano il libro tradotto

AMAZON Kindle.it - mobi

GIUNTI al Punto - mobi

EURONICS mobi

MONDADORI Store - epub

Librerie.Coop BookRepublic  - epub

KOBO - epub

GOOGLE Books - epub

La FELTRINELLI - epub

SCRIBD. - epub

EURONICS epub - epub 

omniaBUK - epub

Hoepli.it -epub

Hoepli.it - mobi

TIMreading - epub

 

ISBN paperbook 9781507138403

 

A edição Babelcube impressa
Português: em Amazon.it

A edição Babelcube impres
Português: em Amazon.com




 

 

 

 


 


 

 

 






 

 

 

 






 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

primeira edição (italiana)

 

Capa de livro original em italiano, impresso, GDS Publishing, ISBN 9788896961759  (O livro impresso primeira

 

 

 





 



 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 











 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Breve introdução do autor    TOP

Na minha opinião, não é possível, devido à visão ontológica do mundo, a qualquer ouvinte ou leitor ou autor de conferências ou ensaios sobre argumento pessoal, seja ele religioso, agnóstico ou ateu, ser objetivo em tudo, apesar da intenção oposta. Tem quem afirme de si mesmo o contrário. Pode acontecer, mas no falar do ser humano nunca mais observei objetividade plena no interlocutor e naturalmente, nem mesmo em mim.

Uma coisa é certa, que nas áreas do criacionismo, do evolucionismo religioso – sobre o qual declaro me situar até o momento – e daquele agnóstico ateu – darwinismo no próprio sentido – florescem preconceitos e imprecisões. Por exemplo, ouvimos pronunciarem os termos "evolucionismo" e "darwinismo" como se fossem sinônimos, mas as teorias evolucionistas são numerosas; apresentarei no segundo capítulo um breve relato histórico. Mas antes lembrarei aquele ato de pura fé existencial que todos, incluindo ateus, têm na vida, e tratarei da posição das várias correntes religiosas sobre a teoria da evolução: me prolongarei um pouco sobre a situação no Islã, porque a considero menos comentada, mas com o convite para seguir adiante se o argumento não interessar. Tratarei em seguida do significado do termo referido e recordarei em um pequeno capítulo as desculpas mais comuns dos ateus direcionadas a Deus, tanto ontem como hoje. Recordarei no quarto capítulo que na base de uma pesquisa científica existe sempre uma posição filosófica e às vezes também teológica ou até mesmo profundamente ideológica. Irei então para o criacionismo e as suas argumentações, que para os de fora de certos círculos fundamentalistas, não se baseiam em citações bíblicas, mas em considerações científicas. Retornarei ao evolucionismo e em particular à teoria dos equilíbrios pontuados, combatida ao que parece pelos criacionistas e vista, ao contrário, com simpatia pelos evolucionistas religiosos ou não. Apresentarei então a compreensão de alguns dos últimos Papas sobre a evolução até a metade do século XX, recordando sucessivamente a antropologia dos dois mais notáveis teólogos evolucionistas cristãos do século XX; e fecharei com a entusiasmante perspectiva, segundo os crédulos na divinização do homem: não enquanto espécie Homo sapiens sapiens, como queria certa teologia, mas como ser humano único, graças àquela que se pode dizer, por semelhança, a evolução do coração.

 G.P.

Índice de capítulos     TOP

1 Na base de tudo existe um ato de fé
2 Resumo históricos a teoria evolutiva
3 Resumo das acusações dos ateus a Deus
4 Filosofia, ideologia e pesquisa científica
5 Discussões às vezes inúteis
6 Sobre o criacionismo-fixismo
7 Sobre conjectura da evolução por salto ou dos equilíbrios pontuados
8 Pareceres de alguns dos últimos Papas
9 Sobre dois dos mais notáveis teólogos evolucionistas cristãos do século XX, Rahner e Teilhard de Chardin
10 Uma prospectiva grandiosa: a divinização do Homo sapiens sapiens